Portal de Turismo do ES

Diversão ou admiração?

0 165

Motivados pelo desejo de observar e apreciar mais as belezas naturais do município de Serra, resolvemos fazer um pouco de ecoturismo que, na nossa opinião, contribui para a preservação dos ecossistemas sendo um dos principais meios de educação ambiental e permitindo a integração e desenvolvimento econômico das comunidades locais em áreas de preservação ambiental.

Elegemos o Parque Jardim Botânico, o Recanto Morro do Céu e Morro Mestre Álvaro.

 

Parque Jardim Botânico

O Parque, também conhecido como Horto Municipal, fica em Serra Sede, aos pés do Mestre Álvaro, aberto à população para o lazer, a prática de esportes e caminhadas.

Ocupando uma área de 181.853,25 m² com grande variedade de ambientes como afloramentos rochosos, encostas e até um lago artificial formado por córregos, áreas brejosas e nascentes, o parque também possui remanentes da Mata Atlântica que precisam ser protegidos e conservados.

No espaço são produzidas mudas ornamentais, arbóreas e de reflorestamento, que podem ser utilizadas na recuperação de áreas, na ornamentação de praças e jardins, seja com uma função ecológica, paisagística ou recreativa, sempre na busca de uma melhor qualidade estética, funcional e ambiental.

Recanto Morro do Céu

O local encanta crianças e adultos oferecendo oportunidade de conhecer uma legítima propriedade rural, com contato direto com plantas e animais.

Abriga um bromeliário com mais de mil espécies de plantas  que, segundo sua proprietária Maria Francisca Campos de Faria, encantam os visitantes. Alguns já conhecem as bromélias e simplesmente querem apreciá-las de perto e outros chegam para conhece-las.

O visitante pode comprar mudas de bromélias ou a planta já com flores, levando um pouco da beleza do local para sua residência.

O Recanto Morro do Céu produz, há vinte anos, queijos caseiros, originais e sem conservante.

Com agendamento antecipado, três dias de antecedência, é possível curtir bucólicos passeios de carro de boi ou de charrete e saborear um delicioso café da roça.

Morro Mestre Álvaro

Considerado uma das maiores elevações litorâneas da costa brasileira, abriga uma das últimas áreas de Mata Atlântica de altitude do Espírito Santo. É uma formação rochosa de origem vulcânica com cerca de 833 metros de altitude, do seu cume é possível ter uma vista panorâmica da Região Turística Metropolitana. E considerado Área de Proteção Ambiental desde 1991.

A chegada ao pico do morro pode ser feita por várias trilhas, sendo quatro as mais conhecidas:  Serra Sede, Circuito Pitanga, Queimado e Furnas.

Fomos orientados a seguir a trilha mais popular, a de Serra Sede, por ser atrativa e não apresentar muitos obstáculos. A subida começa próximo ao Parque Jardim Botânico numa trilha aberta. Não tínhamos pressa e adotamos o ditado “Devagar se vai ao longe”.  Foram 4horas até o topo, no caminho muito verde, várias árvores, matas e campos abertos. Senti falta de preparo físico, mas a aventura valeu a pena.

Lembramos de um  documentário sobre a história do Mestre Álvaro  e resolvemos com vocês.

 

 

 

 

 

Serviço:

Jardim Botânico do Município/Horto Municipal

Rua dos Estudantes

Bairros: São Lourenço / Santo Antônio

Telefone: 3251-6776

Funcionamento: Jardim: todos os dias. Horto: Segunda a sexta-feira

 

Sítio Recanto do Céu

Visitação: sábados, domingos e feriados. Das 13 às 17 horas.

Endereço: Estrada de Itaiobaia, no Circuto Guaranhuns de Agroturismo

Informações: 99947-6725 e 99773-6979

 

 

 

 

 

 

 

 

Comentários
Loading...