Portal de Turismo do ES

A história do naufrágio do Victory 8B

0 1.260

O navio grego Victory 8B enfrentou problemas com impostos e multas não pagas e acabou sendo apreendido no Espírito Santo. Em 1997, depois de 18 meses de espera e com o término do combustível, água e comida, a tripulação de 22 homens pediu extradição abandonando o navio, que acabou por permanecer fundeado no porto por três anos.

Em 2000, foi rebocado para um píer da Companhia Docas do Espírito Santo (Codesa).
Em 2001, a Secretaria de Fazenda confiscou o navio devido as dívidas de docagem, limpeza, manutenção e impostos não pagos pelo armador.

geral victory 8bO Victory 8B foi doado para a implantação do projeto de Recifes Artificiais Marinhos (RAM) do Espírito Santo da Secretaria Estadual de Meio Ambiente e a Fundaçao Cleanup Day, ficou, através de convênio de Assistência Técnica responsavel pela limpeza, preparação, reboque, lançamento programado e monitoramento do projeto.

Durante três anos o navio permaneceu ancorado em Vila Velha, realizando trabalhos de limpeza e preparo para o afundamento.
Em julho de 2003, o Victory 8B foi afundado em um local escolhido entre as ilhas Rasa e Escalvada, em frente a Guarapari, ES. assentando a cerca de 36 metros.

A operação de reboque cercada de sigilo, obrigou a equipe do projeto a “morar” no navio durante vários dias, aguardando as devidas autorizações da Seama (Secretária de Meio Ambiente e Recursos Hídricos), FEEMA, Marinha do Brasil e do IBAMA. O navio deixou Vitória com destino a Guarapari às 14 horas do dia 2 de julho. Quatro rebocadores levaram cerca de 12 horas para puxar a 2 nós o Victory 8B até um ponto a 6 milhas do litoral.

Victory 8B - janelaO afundamento

O navio grego Victory 8B enfrentou problemas com impostos e multas não pagas e acabou sendo apreendido no Espírito Santo. Em 1997, depois de 18 meses de espera e com o término do combustível, água e comida, a tripulação de 22 homens pediu extradição abandonando o navio, que acabou por permanecer fundeado no porto por três anos.

Em 2000, foi rebocado para um píer da Companhia Docas do Espírito Santo (Codesa).
Em 2001, a Secretaria de Fazenda confiscou o navio devido as dívidas de docagem, limpeza, manutenção e impostos não pagos pelo armador.

O Victory 8B foi doado para a implantação do projeto de Recifes Artificiais Marinhos (RAM) do Espírito Santoda Secretaria Estadual de Meio Ambiente e a Fundaçao Cleanup Day, ficou, através de convênio de Assistência Técnica responsavel pela limpeza, preparação, reboque, lançamento programado e monitoramento do projeto.
Durante três anos o navio permaneceu ancorado em Vila Velha, realizando trabalhos de limpeza e preparo para o afundamento.
Em julho de 2003, o Victory 8B foi afundado em um local escolhido entre as ilhas Rasa e Escalvada, em frente a Guarapari, ES. assentando a cerca de 36 metros.

A operação de reboque cercada de sigilo, obrigou a equipe do projeto a “morar” no navio durante vários dias, aguardando as devidas autorizações da Seama (Secretária de Meio Ambiente e Recursos Hídricos), FEEMA, Marinha do Brasil e do IBAMA. O navio deixou Vitória com destino a Guarapari às 14 horas do dia 2 de julho. Quatro rebocadores levaram cerca de 12 horas para puxar a 2 nós o Victory 8B até um ponto a 6 milhas do litoral.          O navio foi ancorado ao fundo e lastreado adequadamente para que pudesse assentar em sua posição de navegação.
Quando foi autorizada a abertura das válvulas começou a operação programada, que durou cerca de três horas, até que o Victory 8B descansou no fundo como planejado.  O Victory 8B encontra-se apoiado corretamente a 34 metros.

À frente dela, uma bóia presa por corrente dá apoio a descida e subida dos mergulhadores.
Nos quatro andares do casario existem diversos pontos de penetração através das portas retiradas e muitos pontos de luz das grandes vigias quadradas. Além das escadas originais que ligam alguns andares, uma grande passagem retangular foi aberta no teto, ela comunica cada compartimento, desde a segunda coberta, com o compartimento diretamente superior, até o teto da sala de comando com saída à frente da chaminé.O procedimento criou uma linha de subida segura e protegida das correntes para os que desejam penetrar no casario.
A frente do casario estão os dois grandes porões com suas estivas abertas. No porão número 2 foram feitas três grandes aberturas que o ligam a sala de máquinas a cerca de 30 metros de profundidade.

O Motor principal, auxiliares, geradores e outras grandes peças foram retirados. Passagens seguras entre as seções da sala de máquinas e para o exterior foram abertas.
Nesta sala não existe a ligação ampla com o compartimento superior. A passagem, via escada original, está no fundo do compartimento e exige técnica de penetração mais sofisticada.
No fundo, a 34 metros estão o leme e hélice íntegros. Junto a quilha, uma erosão parece indicar o efeito das fortes correntes do Espírito Santo sobre o casco.

Victory 8B (1)
Segundo informações das operadoras de Guarapari, no início de 2011  o casario de popa do Victory 8B adernou cerca de 40º para boreste.

Entre os porões, foi aberta uma ligação de tamanho suficiente para que um mergulhador possa passar de um para o outro sem retornar ao nível do convés. Os enormes porões criavam uma grande área de proteção das correntes. O convés foi mantido íntegro e pode ser percorrido pelos bordos de proa a popa.
Na proa, existem aberturas nos compartimentos de equipagem, que permitem a entrada pelo porão número 1 e saída pelo convés.

Em 2006 o Victory sofreu com a tormenta.               A superestrutura está igual, sem mudança nenhuma.

Mas a partir do segundo porão até a proa ele está todo mudado. O costado de bombordo caiu sobre os porões e o de boreste sobre a areia. O casco arrastou parte da antepara que separava os porões, porém não conseguiu deita-la no fundo, ficando com uns 30 graus de inclinação. A proa a mesma coisa.
O costado de bombordo, apoiado nos porões, e o de boreste, apoiado na areia, formaram corredores que chamamos de “tuneis” onde é possível fazer penetrações e passar quase arrastando no fundo.

Comentários
Loading...
X