Festa de São Benedito

0 158

A festa de São Benedito é uma festa de caráter pagão e cunho religioso, que teve sua origem, segundo a tradição oral, no socorro providencial de São Benedito, quando certo navio que carregava escravos pela costa do Espírito Santo, naufragou. Ao se depararem com a morte, invocaram a proteção de São Benedito e de Deus, e graças às preces, conseguiram se salvarem abraçados ao mastro que se desprendeu do navio e assim foram levados até a praia.

A festa de São Benedito no município da Serra é caracterizada pela cortada, puxada, fincada e retirada do mastro. A festa atrai um público de 50(cinquenta) mil pessoas ou mais, envolvendo não apenas a comunidade local, mas todo o Estado do Espírito Santo.

Cortada do Mastro

No primeiro domingo após o dia 8 de dezembro, homens piedosos e devotos de São Benedito vão até as matas remanescentes da Serra Sede, munidos de machados, foices e outras ferramentas e assim precedem à cortada do mastro. Um tronco verde e úmido trazido da mata é arrastado por três juntas de bois com cangas enfeitadas com flores silvestres e folhas. Cavaleiros engalanados, lembrando os feitores, acompanham os “pés descalços”, na sua itinerante oblação, que se dá logo após a autorização concedida simbolicamente, na rua da cadeia (município em destaque, 1984), com o acompanhamento das Bandas de Congo e Banda de Música Estrela dos Artistas.

Puxada do Mastro

No dia 25 de dezembro, prosseguem-se os festejos, com a procissão de São Benedito. Após a procissão, fiéis vão até o bairro de Caçaroca (Avenida Jones do Santos Neves, Serra sede), buscar o navio (uma réplica do navio negreiro feito em cima de um carro de boi), todo iluminado. O navio leva o nome de “Palermo” devido ao nome e homenagem a cidade onde São Benedito viveu seus últimos anos de vida, que era a Capital de Sicília , Itália. O navio é puxado através de uma corda pelos fieis, pelas ruas principais da cidade da Serra, pagando promessas. Sobre ele vão algumas crianças com vestes de marinheiro.

Puxada e Fincada do Mastro

No dia 26 de dezembro, pela manhã, o mastro é colocado em cima do navio, que será todo enfeitado com bandeirinhas. À tarde, às 17 horas, o navio será puxado novamente por uma corda pelos devotos de São Benedito pelas ruas principais da cidade da Serra, e depois o mastro será retirado do navio e fincado em frente à Igreja matriz Nossa Senhora da Conceição. Os tambores das Bandas de Congo tocam mais alto, acompanhado de muitos Vivas a São Benedito, a Banda de Música Estrela dos Artistas toca o “VAPO” uma melodia tradicional do povo serrano, autoria de Chico Riquinta.

Derrubada do Mastro

A última etapa da Festa de São Benedito acontece no domingo de páscoa, quando é feita a derrubada do Mastro em frente à Igreja Matriz.

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Loading...